Share it!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Nada de sexo na cidade


Em Sex and the City 2, Carrie e suas amigas vão parar em Abu Dhabi, o emirado da moda. Mas será que o que o filme mostra é verdade?

As meninas ficam em um mega hotel de luxo, onde as diárias chegam a custar 22 mil dólares.


Falso - Como as cenas foram gravadas no Marrocos, dá para dizer que se trata de uma referência ao Emirates Palace - o hotel mais luxuoso de de Abu Dhabi. Sabe aquelas máquinas de refrigerante? Lá tem uma de ouro. Mas o preço da diária mais cara é de "apenas" 10 mil dólares.


No aeroporto, o nécessaire de Samantha com remédios, é confiscado.


Verdadeiro - Em todo o emirado, a burocracia para entrar com medicamentos é muito rigorosa - alguns de tarja preta podem ser barrados. Pior ainda é ser preso com drogas: o turista vai preso e é deportado.


Samantha vai parar na cadeia ao ser pega aos beijos com um homem.


Verdadeiro - A lei muçulmana não permite demonstrações públicas de afeto. Beijo de língua ou andar agarradinho, nem pensar. Os locais chegam mesmo a dedurar quem passa dos limites. A polícia costuma dar bronca - em caso de desobediência, já houve turistas que foram presos.


Quando Carrie e Miranda vão ao mercado árabe, elas são orientadas a não comprar nada de contrabandistas, pois é ilegal.


Em Termos - Todo mundo sabe que certo não é, mas não chega a ser um perigo. Aliás, a "Chinatown" de Abu Dhabi chama-se Karamah, onde se vendem produtos ching-ling.






Fonte: Revista viagem e turismo.

Pin It

2 comments: