Share it!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

A balada da Champagne

Tudo começou quando a El Divino, de Ibiza, aportou sua filial em Florianópolis, em 2002. Mas foi no verão de 2009 que as festas à beira-mar nos chamados clubes de praia bombaram na ilha. Além da El Divino Beach (Jurerê, www.eldivinobrasil.com.br), três lugares foram points: Parador 12 (Jurerê www.parador12.com.br), Cafe de la Musique (Jurerê, www.praiacafedelamusique.com.br) e Kioske do Pirata (Praia Brava, www.kioskedopirata.com.br) sem contar restaurantes com esse perfil, como o Taikô. a fórmula é a mesma que faz sucesso na Espanha: atrações internacionais tocando e champagne circulando nas mão de endinheirados (ou não kkk) de 25 a 40 anos o dia todo (a partir das 10h). A cada festa, temos 15 Ferraris no estacionamento, lista Aroldo Lima, sócio do P12 e da El Divino. Em Janeiro no P12, eles tiveram o maior consumo em menor tempo de Veuve Clicquot no país. Os 3 mil ingressos para as festas disputadas, como a do Réveillon, podem custar R$ 1,5 mil. Mas não é preciso ser milionário para aproveitar os clubes de praia. Na baixa temporada, quando as casas não abrem com tanta frequência, a entrada dos eventos especiais custam, em média, R$ 40,00.

Fotos do Carnaval de 2009

Pacha






Parador 12




Cafe de la Musique




Fotos de Janeiro de 2011







Pin It

2 comments:

  1. quero ir pra praaaia, aqui tá esse frio insuuuportavel...

    ResponderExcluir
  2. a mas nos vamos ter que ir em todas!!!!!!!!! Segura gente!!!! amoooooooo

    ResponderExcluir