Share it!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Neve, pra que gente?!

Pois é, gostaria de compartilhar com vocês a minha viagem, ou saga, de Londres ate chegar ao meu destino final no Brasil para passar o Natal de 2010. Em outras palavras, o maior blog post da história do AmoMuitoTudoIsso! kkkk

Foi realmente uma loucura! Mas encarando com espírito bom a gente chega lá, e eu cheguei quase 100 horas depois do previsto!!!!

Tudo começou em Londres, onde estou morando (e querendo escapar)... Marquei a ida pro Brasil dia 18 Dez, vôo da TAP, conexão em Lisboa, depois São Paulo, daí Cuiabá e finalmente chegando em Rondonópolis. Mas no dia 18 acordo com uma mensagem da minha amiga Adri (Bá para nós íntimos) que dizia: ‘Aeroporto fechado!!!!!’.

PAKABA, sinceramente, não entrei em pânico, mas liga no aeroporto, liga na TAP, entra na internet, tentando descobrir o que estava acontecendo e abrindo a cortina a cada 2 minutos pra ver se a maldita neve parava de cair, e não parava!!!! Neve DCER! (sorry). Só parou por um pouco que foi quando desci pra tirar as fotos que postei antes de ir embora (post: Em Londres ta Nevando!).

Malas prontas, protect bag da mala feito em casa: check; passagem e passaporte na mão: check; coragem pra sair na neve e ir pra estação pegar o trem pro aeroporto: zero!

Mas vamos lá, com tanta neve taxi não anda então o jeito era carregar as malas ate a estação, meus amigos Jana e Neto graças a Deus me ajudaram! Victoria Station, trem para London Gatwick (LGW) partindo, pela janela só vejo NEVE! Um frio desgraçado!!!


Chegando em LGW, um dilema para subir ao andar dos departures, como vários vôos já tinham sido cancelados o aeroporto estava lotado! Odeio esse aeroporto, eu so pensava, porque não sai de Heathrow (LHR), porque, porque, porque??? Mas tudo bem, vamos lá, procurar ao balcão do check-in... Encontrado e voilá, pânico! Gente transbordando e devia ter muito brasileiro ali porque não existia nenhum resquício de uma fila, era um bolão de gente gritando com um atendente só!

Este atendente não tinha nada mais que um papel para entregar para todos dizendo: ‘Por causa do tempo os vôos saindo de LGW foram cancelados, favor ligar para este numero para remarcar sua passagem ou pedir reembolso, Obrigado’.

Então tá então, peguei minhas malas, passei pelo labirinto de gente, fui até um cantinho, liguei na TAP. 38 minutos na espera até que alguém atendeu, falando um Português muito estranho pra nos brasileiros que falamos cantado. ‘Estou!’ Gente porque não atender o telefone falando 'Alô' como uma pessoa normal? Tem que falar estou? Muito estranho! Mas foram super gentis!! A TAP tem bom customer service, e apesar de tudo não era culpa deles que estava nevando!! Remarcando a passagem, lista de espera para o dia 19! Tudo bem, atrasarei um dia, de boa, vou pra casa, durmo e amanha volto pro aeroporto. Desligando o telefone, mais uma surpresa: ‘Com licença’, porque não falar tchau? Mas tudo bem, costumes são costumes, estranhos costumes... Então lá vou eu pegando o trem de volta pra Victoria Station e indo pra casa, de novo a Jana me ajudou a carregar as malas na neve, thanks!!

Chegando em Casa, ligo na TAP de novo, 40 minutos na espera ouvindo aquelas musiquinhas chaaatas, pra confirmar se o vôo ia sair no dia 19 as 06:00 da manha, de LHR, que nada, todos os vôos do dia 19 também foram cancelados! Ai Jesus, eu só quero chegar no Brasil, porque tanta dificuldade!!!??? Mas vamos lá, remarcando a passagem, lista de espera pro dia 21! Ai Jesus, ai não né!? Então, entrando na internet para achar outra passagem!

Lastminute, TAM, BA, Lufthansa, Opodo e muitos outros sites depois encontrei no expedia uma passagem da TAM, 200 libras de diferença da outra passagem que eu já tinha comprado, mas saia de LHR e ia direto pra São Paulo. Uepa! Passagem feita! Dá-lhe cartão de credito!!! Passagem marcada pro dia 20!

Dia 19, passo o dia em casa, ainda ligo na TAP para ver se algo muda, checando o site do tempo e do aeroporto a cada 5 minutos, quem sabe não dá  pra ir antes não é? Mas nem deu, o jeito foi ficar em casa e sair dia 20 mesmo.

Dia 20 chegou, confirmo a passagem da TAM e peço reembolso da passagem da TAP porque eles só me podiam deixar na lista de espera. Um direito do cliente requerer o reembolso. Pego um taxi, vou pra estação de Paddington, pegar o trem pra LHR, bem mais perto que LGW! Probleminha, gente transbordando a plataforma, e o anuncio pelo auto-falante dizendo: ‘os terminais 1 e 3 do aeroporto de LHR foram fechados por lotação! Favor não dirigir-se ao aeroporto’. Ah mas tá muito fácil que eu não vou! Já esperando há dois dias, eu vou sim! O trem atrasa mas chega, e parte, chegando em LHR, policiais bloqueavam todas as entradas, só entra no saguão do aeroporto quem tem passagem marcada para o dia, quem esta em lista de espera deve esperar fora, no frio, na neve! Ainda bem que eu tinha passagem.

Check-in abre, 4 horas da tarde, despacho as malas, mas eles avisam, ainda não é certeza que o vôo sairá, tudo bem, pelo menos não estou lá fora, com as malas, na neve. Passo pela segurança e vou pra terra encantada dos Duty Free Shops! Horas se passam, janto, tomo café, vou em todas as lojas, não acho as vodkas e os whiskys que minhas amigas encomendaram, duty free fraaaaco. O avião estava marcado para sair as 9 da noite, apareceu o recado de atrasado ate meia-noite. Tudo bem, esperar eu iria mesmo. Haja musica no iPhone, e a bateria como acaba sempre rápido demais, a cada hora eu procurava uma tomada no banheiro feminino, sentada no chão, esperando carregar... Passeando pelos corredores, procurei um banco pra deitar porque já estava cansada. Achei! Deitei e fiquei, esperando......


Passou da meia-noite e nada do portão de embarque ser definido, quase 1 da manha, uma luz brilha no telão, portão 41! A brasileirada toda, que tinha sobrado no aeroporto começou a gritar e sair correndo! Graças a Deus, vamos pra São Paulo!


Chegando no portão 41, mais espera, a galera toda amontoada e nada da gente entrar no avião, claro ele não estava lá! Estava em Madrid, esperamos ele pousar, daí limparem o avião, daí entramos. Dentro do avião, na minha misera poltrona, mais espera... 12 horas depois que eu cheguei no LHR, tripulação portas em automático, o avião finalmente levanta vôo!!!! Um milagre!


Vi filme, claro, dormi e pensei, amanhã chegando em São Paulo estarei na minha terra e com mais outros problemas a resolver, perderei todas as conexões por causa do atraso e no organizadíssimo aeroporto de Guarulhos terei que enfrentar mais filas para trocar meus vôos!

Chegando em São Paulo, moída, mas viva, desce do avião, pega ônibus pro prédio principal, calor, calor, ótimo calor, nada de neve, e mais fila pro passaporte brasileiro. 1 hora depois, procurando as malas naquela bagunça, malas encontradas, passar pela alfândega, sem fila? Milagre! So tinha na minha frente um tiozinho carregando um carrinho cheio de marmitas, deve ser da galera que trabalha no duty free, kkk. Bom, saí, próxima etapa, fila do transfer da TAM, para conseguir a passagem pra Cuiabá. Fila, fila, fila, no telefone avisando a família e os amigos que finalmente estava em São Paulo. Liga na trip mudar a passagem pra Rondonópolis também, oooo confusão. Chegou minha vez, são 2 e meia da tarde, próximo vôo pra Cuiabá, 9 e cinquenta da noite, ai ai ai ai ai....

Tudo bem, ligo pro meu primo Bruno que pegou um ônibus do centro pra ir pra Guarulhos passar umas horinhas comigo, amoooooo :). Horas depois, passo de novo pelo controle de metal, etc e tal. Esperando o avião, pra minha surpresa, sai com 1 hora de atraso, mas tudo bem, tento dormir, não consigo, chegando em Cuiabá depois da meia noite, um calor, adoooooooooooro :). Minha prima Rebeca e meu tio Mauricio foram me salvar! Fui pra casa deles dormir. Amanha será mais um longo dia, pois preciso chegar em Rondonópolis mas o vôo só sai as 5 da tarde, ai ai ai, de novo.


Dia seguinte, acordo, meus tios e minhas primas saem de carro pra ir pra Londrina e eu fico na casa deles, esperando a hora pra ir pro aeroporto de novo, pelo menos não estou deitada numa fileira de bancos! E tem TV! Decido ligar pro meu pai de novo, e ele me fala: ‘ah, seus tios (Pina e Marcio que moram em Roo, pais do Bruno) estão indo pra Cuiabá pra pegar um voo pra Campinas, você quer voltar com o motorista de carro ou prefere esperar o avião as 5?’. Haha! Que pergunta, vou de carro é claro, quanto antes eu chegar melhor.
Corre, fecha a mala, pega um taxi, vai pro aeroporto, diz oi pros tios, tchau pros tios, entra no carro e pega a estrada pra Roo! Eeeeeeee, finalmente, eram 10 e meia da manha, vou chegar em casa pro almoço! Viaja, viaja, passa Jaciara, passa Jucimeira, 1 e meia chego em casa, minha mãe estava estacionando o carro bem na hora que cheguei na porta :).


Finalmente, depois de 5 dias zanzareando por ai consegui chegar, perdi uns dias de festa mas tive uma aventura! Acho que tenho rodinhas no pé mesmo, adoro e amo de paixão viajar, e os dias que passei com meus amigos e minha família no Brasil valem ouro e se tivesse que enfrentar outra aventura pra chegar até eles faria tudo de novo com o maior prazer, mesmo que demorasse mais!

Amoooooooooooo muito tudo isso!!! Saudades!!!!!!! Bjus me liguem! :) Liv
Pin It

1 comments:

  1. eu sai um diazinho antes e tudo certo... Nem atrazo... nada!
    OOOOOO soorte! Obrigado papai do céu...

    ResponderExcluir